"... muitas das opções que marcam a vida dos adeptos do Sport Lisboa e Benfica no vocabulário, nos símbolos, nas atitudes e na postura, são, de forma indelével, opções de cariz religioso"
José Jacinto Pereira in "O Benfica como Religião"

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

As cinco visões dos indefectíveis Toffees

Em plena Catedral, Jesus e seus discípulos celebraram ontem uma verdadeira Homilia à equipa do Everton e seus 6000 indefectíveis.

O Everton, que é a equipa inglesa com maior número de participações na primeira divisão do seu país e quarto em número de títulos nacionais, rendeu-se à Luz Gloriosa.

O Benfica apresentou-se ontem com uma personalidade não vista na Luz desde os anos 80. Sem pressas nem ansiedades, o Benfica tomou conta do jogo e foi com toda a naturalidade que se adiantou no marcador.

Após o descanso, em apenas aproximadamente 5 minutos o Benfica sentenciou o jogo passando a geri-lo com muita classe e respeitando o adversário . O Everton agradeceu que o Benfica desligasse o turbo. O 5° golo foi « para o caminho ».

A prestação dos discípulos de Jesus, não tendo sido a melhor que já se viu esta época, destaca-se pela auto-confiança crescente, resultado da obra de Jesus.

O Guardião : Júlio César
Pede-se ao Guardião da Baliza Sagrada que esteja presente sempre que necessário. Júlio César esteve presente e não mostrou qualquer nervosismo por actuar perante o « Tribunal da Luz ». Seguro e com personalidade, apesar de não parecer muito alto, pareceu um gigante sempre que saiu aos cruzamentos. Na forma agressiva como saiu em alguns deles fez-me recordar o Eterno Bento.

Os Laterais : Rúben Amorin e César Peixoto
É nítido o esforço que fazem para tentar aproximar-se da qualidade dos seus colegas. Se é verdade que defensivamente dão conta do recado, já quando é necessário atacar e entrar em jogadas com os 5 magníficos, nota-se (muito) a diferença.

Os Centrais : Luisão e David Luiz
Luisão é o Capitão do Glorioso, está um Senhor Central. David Luiz evolui para a perfeição em cada dia. Quando se trata de atacar David Luiz é mais um médio que permite ao Benfica ser superior também nessa zona do campo.

O Trinco : Javi Garcia
Alguém consegue imaginar o Benfica a jogar sem Javi Garcia ? Absolutamente fundamental.

Os 5 Magníficos : Aimar, Ramires, Di María, Saviola e Cardozo
Dependendo do dia destacam-se mais uns ou outros. Se ontem Di María, Saviola e Cardozo brilharam um pouco mais, não o teriam feito sem a presença de Aimar e Ramires. Pablo Aimar é uma verdadeira inspiração divina para todos os jogadores do Glorioso.

Notas finais :
- Este Benfica parece estar à altura das « horas da verdade ». Ontem o Benfica disputou o jogo com o líder do grupo, venceu e assumiu a liderança.
- A manutenção destes jogadores, pelo menos até ao final da época, tornou-se um verdadeiro desafio à capacidade de gestão da direcção do Sport Lisboa e Benfica.

Seja o primeiro a comentar

Enviar um comentário

Ocorreu um erro neste dispositivo

Benfiquistas

Os Tomates do Padre Inacius © 2008. Template by Dicas Blogger.

TOPO